10 de junho de 2010

"Quem não leu, vai querer ler''

Pureza Roubada
Elizabeth Mayne
Classicos Historicos Especial

Alemanha e França, 841.

Ela conquistou o inimigo com a força de seu amor!
Raptada por um guerreiro saxão, Thea Bellamy enfrentou o maior desafio de sua vida: a mente ordenava-lhe que odiasse aquele homem, mas ela não conseguia dominar os caprichos de seu enlouquecido coração...
E Thea descobriu o irresistível poder da paixão nos braços de Roderick, duque de Emory, seu raptor!"

Opinião Pessoal.

Quem leu, amou. quem vai ler, vai adorar e quem não leu, com certeza não sabe o que está perdendo.
Thea sempre foi a filha mais desobediente, orgulhosa e cabeça dura de sua família, o que acabou por coloca-la em apuros e ser sequestrada pelo belo e delicioso Duque de Emory, o qual só queria tomar para si o belo cavalo da jovem, afinal não era como seus inimigos, os Vikings, que haviam destruído e massacrado sua família e seu povo, fazendo-o roubar para pode fortificar suas terras e encontrar mulheres para seus pobres homens, mas aquela francesa de cabelos negros teve a petulância de enfrenta-lo e ele foi consumido pelo forte desejo de doma-la e toma-la para si. Acaba confundindo-a com uma criada e faz sua escrava, ela teme dizer que é uma nobre dama e filha do Duque de Bellamy. Bem, esse livro é tudo de bom, mesmo, me apaixonei a primeira vista os dois formam um casal maravilhoso, ele não quer se envolver com mulher alguma, mas não entende por que não consegue tirar as mãos dela e deixa-la ir, já que desconfia de sua classe nobre. Ela quer quebrar o pescoço do Duque por fazê-la de escrava, mas toda vez que ele a toca ela esquece seus princípios e se rende. Podem ler que esse livro é perfeito.

Nota: 10

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Esse livro é demaissssssssss!
    Nossa, um dos meus preferidos!
    Raro e maravilhoso!

    ResponderExcluir